janeiro 13, 2016

Rita Canadinha | Real do Irreal | Prémio Medeiros Cabral


                    


Rita Canadinha, Real do Irreal, 74 cm x 94 cm, Desenho s/ fotomontagem

A nossa percepção visual não identifica o mundo exterior como ele é na realidade, e sim como as transformações, efetuadas pelos nossos sentidos permitem reconhecê-lo. Assim, conseguem-se formular várias questões. Será que tudo o que vemos é real ou manipulado pelo nosso cérebro? Como se distingue o real do irreal? Este trabalho pretende levar o espectador a questionar o papel que a luz tem na nossa perceção visual perante as coisas, neste caso utilizando fotografias distintas do mesmo rosto mas com o foco de luz a incidir em diferentes partes do rosto.

Portefólio: http://canadinhasemsaida.tumblr.com/ 

Sem comentários :

Enviar um comentário