janeiro 20, 2016

Ser Pessoa | Diário Gráfico | 12ºF


A partir de uma seleção de textos de Fernando Pessoa e dos seus heterónimos, “Ser Pessoa” surge da necessidade de ser, mais do que ter. Um espetáculo onde o cruzamento entre a Dança Contemporânea, a Poesia e o Teatro transporta-nos para o universo pessoano, fazendo-nos refletir sobre questões ligadas à vida como Pessoa a encarou.
Da desconstrução dançada à interpretação falada a linearidade não é óbvia. Pretende-se provocar no espectador um tilintar de emoções, como se de um eletrocardiograma emocional se tratasse. 
Esta é uma criação de André Melo e Maria João Gouveia, com a interpretação d' A Pontilha e do Estúdio de Dança de Ana Cymbron.




Gil Silva
Inês Gonçalves



Inês Peixoto

Maria Sofia Meirelles



Sem comentários :

Enviar um comentário