junho 05, 2018

Rita Costa Medeiros | Paradigma Vazio

Primeira fase:

Com o intuito de aprofundar uma aprendizagem sobre o Futurismo, resultou também várias recriações de obras de um artista que cada um escolheu. 

Escolhi a obra de Umberto Boccioni, Dinamismo de uma cabeça de homem- 1913. 

Este trabalho deveria também incluir um objeto mecânico que se movimentasse, o que me levou a escolher um saca rolhas.

Dinamismo de uma cabeça de um homem- Umberto Boccioni


Recriação: Rita Costa Medeiros

Segunda fase: 

Nesta segunda fase do trabalho teríamos de desenvolver em qualquer suporte uma reflexão sobre qual seria o paradigma do pós-modernismo. 

O objeto mecânico não poderia ser posto de parte e por isso liguei-o à ideia de hipnotização com o movimento giratório do saca rolhas.

A hipnotização resultou de uma reflexão pessoal acerca da arte atual, porque somos levados a crer cada vez mais que tudo é arte, logo, somos hipnotizados, 

Defini então como paradigma atual: o Vazio



Sem comentários :

Enviar um comentário